Auto-Estimulação: Tudo o que deve saber

O tema de hoje é um tema que, para muitos, pode ser considerado um tema tabu. A verdade é que a auto-estimulação não devia ser encarada como um segredo, ou até algo controverso. É um acto natural, que serve para dar prazer a nós próprios.

A auto-estimulação não quer dizer que o/a parceiro/a não sinta prazer, nem vontade, de estar com o outro. Simplesmente, existem alturas em que se deve conhecer o nosso corpo e a masturbação é a melhor actividade para isso.

A verdade é que a auto-estimulação também tem efeitos benéficos para a saúde, desde que se tomem os devidos cuidados.

O facto de conhecer o seu corpo, saber o que o deixa mais entusiasmado e com vontade de explorar o seu lado mais escondido, acaba por revelar um conhecimento bastante aprofundado do que é e do que quer.

Todavia, os benefícios não são apenas de auto-conhecimento. A auto-estimulação também ajuda a:

  • controlar o sono ( relaxando o corpo e a mente);
  • Ajuda a regular as dores menstruais;
  • Acalma os sintomas prévios da menstruação;
  • Alivia o stress;
  • Ajuda a acalmar a ansiedade;
  • Fortalece o sistema imunitário;
  • Ajuda a manter a resistência sexual;
  • Prevenir o cancro da Próstata;
  • Dá uma sensação de bem-estar.

É uma actividade que pode ser feita em qualquer lugar, desde que seja feito em privado. Ou, se gostar da sensação de voyeurismo, com alguém a observá-lo. Não existe uma técnica perfeita, nem o cenário ou imaginação ideal. Todos somos diferentes, e a nossa imaginação também o é.

Cada um tem as suas preferências, as suas fantasias e cenários idílicos sexuais perfeitos. Uns preferem locais mais arrojados, outros preferem o conforto de casa, mesmo que na sua própria imaginação. A nossa imaginação não tem limites, todos temos fantasias e desejos ocultos, mesmo de nós próprios.

A pressão social, o grupo de amigos, e até a nossa própria mente, acaba por criar limites à nossa imaginação. Limites esses que são facilmente ultrapassados quando nos conhecemos e aventuramos a descobrir tudo.

Cabe a cada um de nós estimulá-la e saber o que deixa o corpo entusiasmado. Não existe qualquer tipo de problema nisso, afinal trata-se do nosso próprio corpo. E, ao descobrirmos o nosso corpo, estamos também a descobrir o que desejamos que a outra pessoa faça, em momentos íntimos.

Todavia, existem alguns tópicos que reunimos que reflectem alguns dos pensamentos de algumas pessoas quando estão em momentos privados, e íntimos:

  • Pessoas: Celebridades; Pessoas mais velhas e Desconhecidos são uma opinião recorrente quando se pensa em auto-estimulação;
  • Situações: Locais como Garagem, Sítios Públicos, Janelas são alguns dos locais que são idealizados em privado;
  • Fantasias: Por vezes, a mente é o nosso pior inimigo, e não conseguimos expressar em voz alta as nossas fantasias mais obscuras. Logo, quando estamos a sós, conseguimos revelar a nós próprios o que não conseguimos dizer em voz alta.

Auto-estimulação significa que está, não só a dar prazer a si próprio, mas também à sua mente. Podemos debater este assunto várias vezes, mas a verdade é que continua a ser um assunto complicado de se abordar.

Seja em contexto de amigos ou numa relação, só a simples menção ao assunto pode originar uma discussão, ou uma conversa menos amigável.

Ainda não existe uma aceitação quanto ao facto desta prática ser aceite pela população em geral.

Acaba por ser mantida em segredo, como se fosse um tabu, e como se ninguém o fizesse. Quando, na verdade, a maior parte das pessoas faz.

Existem pessoas que não sentem prazer, nem se sentem bem em fazer auto-estimulação, mas acabam por ser uma maioria, tendo em conta os números de pessoas que o fazem.

Aceite e conheça o seu corpo!

Partilhar:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email