5 Razões para moderar no Açúcar

Durante grande parte da nossa vida fomos ensinados a ter cuidado com o açúcar, maioritariamente por causa das cáries. No entanto, o açúcar acarreta uma série de possíveis problemas caso seja consumido em demasia.
O açúcar processado encontra-se visivelmente nos doces que se vendem ao público mais novo, no entanto, grande parte dos alimentos processados que consumimos no dia-a-dia contêm certas quantidades de açúcar, das quais muitas vezes nem fazíamos ideia. Hoje iremos perceber o que o excesso de açúcar pode causar e talvez deixar uma nova perspectiva sobre o seu consumo.



1. Açúcar processado não contém nutrientes essenciais e prejudica a dentição.

Açúcares adicionados (como sacarose e xarope de milho rico em frutose) contêm imensas calorias sem nutrientes essenciais, por isso são chamados calorias “vazias”. Não existem proteínas, gorduras essenciais, vitaminas ou minerais neste ingrediente, apenas energia pura.
Ao ingerir 10-20% de calorias como açúcar (ou mais) pode tornar-se um grande problema e contribuir para deficiências nutricionais. É também altamente prejudicial para os dentes, fornecendo energia facilmente digerível para as bactérias na boca.

2. Não é a gordura, é o açúcar que aumenta o colesterol e dá doenças cardíacas

Por muito tempo, as pessoas culparam a gordura saturada por doenças cardíacas, no entanto, novos estudos estão comprovam que a gordura saturada é inofensiva. É cada vez mais fácil de comprovar que o açucar pode ser um dos principais impulsionadores da doença cardíaca através dos efeitos nocivos da frutose no metabolismo. Estudos mostram que grandes quantidades de frutose podem elevar os níveis de glicose e insulina no sangue e aumentar a obesidade abdominal – em apenas 10 semanas. Não surpreendentemente, muitos estudos observacionais encontram uma forte associação estatística entre o consumo de açúcar e o risco de doença cardíaca.

3. Sobrecarregar o fígado com frutose pode causar doença hepática

Quando a frutose se transforma em gordura no fígado, ela é enviada como partículas de colesterol, no entanto, nem toda a gordura se acumula, parte dela pode ficar alojada no fígado, isso pode levar à doença hepática gordurosa não alcoólica, um problema em crescimento nos países ocidentais que está fortemente associado a doenças metabólicas. Estudos mostram que indivíduos com esteatose hepática consomem até 2 a 3 vezes mais frutose que a pessoa média.

4. O açúcar pode causar resistência à insulina, uma passagem para o síndrome metabólica e diabetes

A insulina é uma hormona muito importante no corpo que permite que a glicose entre nas células da corrente sanguínea e active as células para começarem a queimar a glicose em vez de gordura.
Ter muita glicose no sangue é muito prejudicial e uma das razões para complicações da diabetes, como a cegueira. Uma característica da disfunção metabólica causada pela dieta ocidental é que a insulina deixa de funcionar como deveria pois as células tornam-se “resistentes” a ela. Isto também é conhecido como o principal ponto de muitas doenças, incluindo obesidade, doenças cardiovasculares e, especialmente, diabetes tipo II. Muitos estudos mostram que o consumo de açúcar está associado à resistência à insulina, principalmente quando consumido em grandes quantidades.

5. É altamente viciante

O açúcar pode ser viciante para muitas pessoas, comparável até com algumas drogas devido ao facto de provocar uma libertação de dopamina no centro de recompensa do cérebro. O problema com o açúcar e muitas comidas de “plástico” é que podem causar libertação massiva de dopamina, muito mais do qualquer outro alimento encontrado na natureza. Por essa razão, as pessoas que têm uma susceptibilidade ao vício podem tornar-se fortemente viciadas em açúcar.

Aproveite para começar a ler a descrição nutricional dos alimentos e calcule a quantidade de açúcar que pode estar a consumir diariamente. Evite-o a todo custo e verá que a sua saúde irá melhorar gradualmente!

Partilhar:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on twitter
Share on email

Mais sobre:

Vadiando Na Net